LUTO PELA CULTURA DO ESTADO DO RJ

Hoje andando pelos equipamentos culturais localizados no Centro do Rio de Janeiro, acabei entrando na Casa França Brasil e me deparei com uma cena muito triste. Imagine só… ao entrar no espaço aberto sem nenhuma exposição, só algumas pessoas sentadas na Sala de Leitura compenetradas no celular, me dirijo até a recepção e puxo assunto com o atendente enquanto vemos a manifestação dos funcionários da CEDAE em contra da privatização da empresa pública. Enquanto isso o atendente se lamentando de todo o acontecimento político e ainda tendo que ir trabalhar sem ter recebido o pagamento de dezembro e sem saber quando haveria uma nova exposição.

O que fazer enquanto cidadão para ajudar a solucionar este problema? Como dar conforto aos nossos colegas? E como não deixar que os governantes usem a cultura como instrumento de poder? Não podemos deixar que a cultura seja soterrada… Avante!

Exposição Fundos da Lucia Koch

O Studio X é um espaço cultural voltado para discutir a influência e o impacto da arquitetura e o urbanismo na sociedade. Neste momento, o centro abriga a exposição Fundos de Lucia Koch, onde a artista apresenta uma série de fotografias de interiores de embalagens vazias ampliadas a uma escala de espaços arquitetônicos e que podem sugerir estruturas arquitetônicas com o jogo da entrada de luz no interior delas, tornando-as em uma extensão do espaço arquitetônico ou criar possíveis novos lugares.

No fundo da exposição, encontra-se outra amostra Sin Fin – Fundos Infinitos para a Arquitetura, onde fez colaboração com o arquiteto Marcos Acayaba e o estúdio SalviGiorgi.

Além dessa mostra, a artista desenvolveu uma instalação permanente na denominada de SKY-X, instalando filtros na clarabóia do centro cultural, tornando esse recurso arquitetônico visível para o visitante do espaço.

img_20170107_162805647

Sky X – Lucia Koch – Studio X

A instalação tem o mesmo principio da série Correções de Luz que traz a herança cinematográfica para a arquitetura e o espaço, onde busca “corrigir a temperatura da cor da luz”.

A obra que mais me deixou encantada foi Sky-X, acho que pela encantamento de ver a luz atravessar a clarabóia e ficar irradiada dessa luz modificada com filtro, como se tivesse vendo o pôr do sol entrando pela janela de casa.

Para conhecer mais sobre a artista Lucia Koch, clica aqui: http://www.luciakoch.com/textos/index_pt.html

Textos de apoio:

Pedrosa, Adriano & Duarte, Luisa. ABC – Arte Brasileira Contemporanea. SP: Cosac Naify, 2013.

Centro Cultural Helio Oticica

 

A experiência vivida no Centro Cultural Helio Oiticica no dia 7/01 não foi muito agradável em vários aspectos. A ideia era aproveitar um dia de verão com temperaturas e umidade alta para ver as exposições do CCHO, mas não foi nada daquilo que foi planejado.

Ao chegar no local, fomos invadidos por um cheiro insuportável de podridão que invadia até o segundo andar do espaço cultural, proveniente da rua.

No primeiro andar, encontrava-se a exposição Ils, Ellos, Elles da artista franco-argentina Julieta Hanono. Continue reading